RECOMENDAMOS

RECOMENDAMOS
Encontro de Casais

QUEM SOMOS

Semear é um projeto abençoado que através da palavra de Deus busca transformar vidas, restaurar casamentos e salvar famílias.
Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Caixa de Recados

PARA MEDITAR

“A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba.” (Provérbios 14.1).

VIDEOTECA SEMEAR

Prova de Fogo
A Virada
A filha do Pastor

Visite-nos no ORKUT

liuanjos@hotmail.com
quinta-feira, 3 de novembro de 2011
“Melhor é serem dois do que um, porque têm melhor paga do seu trabalho. Porque se caírem, um levanta o seu companheiro; ai, porém do que estiver só; pois, caindo não haverá quem o levante. Também, se dois dormirem juntos, eles se aquecerão; mas um só como se esquentar? Se alguém quiser prevalecer contra um, os dois lhe resistirão; o cordão de três dobras não se rebenta com facilidade” (Eclesiastes 4.9-12).
Introdução:
Desde que nos casamos somos orientados através da Palavra de Deus, e seus ministros a “sermos um” a “tornarmos um”. Mas…
- No que envolve desenvolvermos e trabalharmos o “sermos um”?
- Por que esse “ser um” é tão importante?
1º – Porque “dois em um” é sempre mais. (Eclesiastes 4.9)
Quem não gosta dessas promoções de leve dois e pague um e leve três então, ficamos mais felizes.
Acontece que quando falamos de coisas materiais é fácil nos empolgar, mas quando envolve o humano, o relacionar-se, o doar-se, o investir… Exige de cada um de nós o doarmos em favor do outro, mais com certeza é compensador.
A Palavra de Deus nos mostra que é melhor serem dois do que um. Note que esses dois se tornam um quando desempenham os mesmo propósitos, os mesmos objetivos. – Duas pessoas trabalhando juntas podem ganhar mais;

- Duas pessoas juntas são mais forte que uma;
- Duas pessoas juntas envolvidas no mesmo propósito têm mais êxito;
- Dois em uma expressa unidade.
O que dificulta o se tornar “dois em um”, é a falta de diálogo entre os casais, apontar do dedo, e outras atitudes centradas em si mesmo, que insistem em permanecer na vida do casal. Por isso, vigie, olhe para Cristo e Sua Palavra e lance fora toda e qualquer atitude do “eu”, e sejam transformados e renovados, experimentando a boa, a perfeita, agradável vontade de Deus.
2º – Porque “dois em um” cuida do outro. (Eclesiastes 4.10).
Em seu casamento esse princípio está sendo vivenciado.
O que você tem feito que demonstre esse cuidado para com seu cônjuge?
Nos últimos três dias, você demonstrou atitudes que levantaram e estimularam seu cônjuge?
No relacionamento conjugal é necessário esse princípio, um ajudando o outro, através:
- De levantar o que está abatido e não o empurrar para baixo ou passar por cima dele;
- Do ouvir o outro com atenção;
- Do interceder e jejuar pelo outro;
- Do aconselhar, corrigir o outro em amor, evitando gritarias, acusações, e coisas semelhantes, que ferem;
- Ministrando na vida do outro, compartilhando a Palavra, um louvor, um livro, etc;
- Curando a vida do outro com suas orações;
- Fortalecendo o outro.
3º – Porque “dois em um” aquece o outro, valoriza o outro. (Eclesiastes 4.11).
No casamento existem momentos em que a frieza chega e o distanciamento um do outro começa querer ganhar espaço, então é necessário que o que está quente, aqueça o outro, segurando as pontas, com sabedoria para não queimá-lo, ou torrá-lo, ou que venha gerar fogo estranho. Também não é virarmos as costas, isolarmos, estas atitudes só aumentam a distâncias. Mas sermos quentes do fogo do Espírito Santo, e com Ele o aquecermos, demonstrando claramente que estamos por perto, segurando, cercando com ações que venham incendiar o outro em amor.
4º – Porque “dois em um”, resistem e prevalecem “com e no” Senhor. (Eclesiastes 4.12).
- Juntos declarando as promessas do Senhor, crendo, exercitando a fé;
- Juntos evidenciando a Presença da Glória de Deus em seu lar;
- Juntos vivenciando a dependência de Deus;
- Juntos resistindo com fé diante das lutas e das dificuldades;
Isso é maravilhoso, e torna-se compensador quando vivemos este princípio, principalmente quando Cristo é o elo mais forte presente na vida do casal, com certeza torna-se difícil arrebentar.
Conclusão:
Quanto mais perto de Deus e em unidade andarmos como casal, mais forte será a Sua Presença, Seu agir em nosso casamento, fortalecida e edificada será a nossa família, pois sabemos que a fonte de toda a vida está no Senhor Jesus.
A Ele Honra, Glória e Louvor, para todo sempre!
Amém!!
Pastora Leila Moret

0 comentários:

Postar um comentário