RECOMENDAMOS

RECOMENDAMOS
Encontro de Casais

QUEM SOMOS

Semear é um projeto abençoado que através da palavra de Deus busca transformar vidas, restaurar casamentos e salvar famílias.
Tecnologia do Blogger.
Ocorreu um erro neste gadget

Caixa de Recados

PARA MEDITAR

“A mulher sábia edifica a sua casa, mas a insensata, com as próprias mãos, a derriba.” (Provérbios 14.1).

VIDEOTECA SEMEAR

Prova de Fogo
A Virada
A filha do Pastor

Visite-nos no ORKUT

liuanjos@hotmail.com
sábado, 7 de abril de 2012



Descubra como você e o seu parceiro lidam com o dinheiro

De acordo com Gustavo Gerbasi, autor de Casais Inteligentes Enriquecem Juntos (Editora Gente), para saber o que esperar do futuro de um casal, vale a pena analisar a combinação de estilos de lidar com dinheiro.
Poupador gastador
Enquanto um abre a torneira de despesas de um lado, o outro sua para fechar. Se nada for feito, a união será repleta de crises. Sugestão: que ambos se inscrevam em um curso de planejamento financeiro pessoal para entrar num acordo.
Poupador descontrolado
O esforço do poupador permitirá um futuro seguro que o descontrolado jamais conquistaria. O relacionamento tende ao equilíbrio, mas talvez ambos não saibam ao certo por que acumulam recursos.
Poupador desligado
Esse casal jamais discutirá por dinheiro: o desligado concorda com tudo o que o poupador sugere. É importante, porém, que o lado contido saiba relaxar para que o casal não chegue à velhice frustrado, sem nunca ter gastado com uma viagem...
Gastador descontrolado

Esse é o tipo de relacionamento com altas chances de não durar. O gastador não resiste à vontade de adquirir e o descontrolado faz pior do que isso: nem sabe explicar como o dinheiro desapareceu da conta. Não há amor que sustente tal situação.
Desligado descontrolado
O descontrolado está sempre no vermelho. E, junto com o desligado, culpará os juros, a inflação pelo estado de penúria do casal. Não conseguirão acumular riqueza, pois acreditam que isso não depende deles.
Gastador desligado
A tranquilidade reinará. Como o gastador se apega ao consumo e o desligado não, ambos se orgulharão do espaço que um dá ao outro. Se o gastador aprender a poupar, construirão uma aposentadoria razoável.

 

0 comentários:

Postar um comentário